Buscar

Atualizado: 16 de Mai de 2019


Com o intuito de reforçar os valores das religiões de matriz africana, Nouve acaba de lançar o videoclipe da música “Vou na Fé”. O roteiro retrata pontos positivos do Candomblé que, na maioria das vezes, é tratado de forma depreciativa. Em contrapartida ao desrespeito religioso, o rapper mostra sua visão sobre ancestralidade, afeto, respeito e como essa troca de boas energias, que é denominada Àse, é importante dentro da religião.

O videoclipe tem roteiro e direção assinados pelo próprio rapper e a gravação e edição por Robson Borges, da produtora “Aion Imagine”. Para fazer parte do elenco, ele convidou sua Ìyálòrìsà, mãe Dialá, além de Érica Ribeiro, Telma Duarte e Cide Babá Ybí. As gravações foram realizadas em Paranapiacaba,interior de São Paulo e na capital.



O propósito da música é reforçar os valores das religiões de matriz africana. O videoclipe retrata pontos positivos do Candomblé que, na maioria das vezes, é tratado de forma depreciativa. Em contrapartida ao desrespeito religioso, o rapper mostra sua visão sobre ancestralidade, afeto, respeito e como essa troca de boas energias, que é denominada Àse, é importante dentro da religião.


O roteiro mostra o cuidado e afeto de uma Ìyálòrìsà, Bàbálòrísá, irmão ou irmã de santo dentro de um terreiro de Candomblé. O clipe também mostra o outro lado da moeda, que é o preconceito aos adeptos da religião, em meio da cidade grande. Seja lá, numa entrevista de um emprego, ao passar pelas ruas com os seus adereços, guias, turbante entre outros. Os olhares são realmente diferentes”, explica o artista.


Confira o videoclipe:


FONTE DO SITE MUNDO NEGRO:

https://mundonegro.inf.br/vou-na-fe-combate-o-racismo-e-exalta-a-relacao-de-afeto-e-respeito-no-candomble-em-videoclipe/


Texto por: Laísa Gabriela

Atualizado: 16 de Mai de 2019


O rapper baiano Nouve, agora residente em São Paulo, deu início as gravações do

videoclipe da música “Vou na Fé”, com participação de Japa System e produzida por

Nave. O clipe tem roteiro e direção assinados pelo próprio Nouve e gravação e edição

por Robson Borges, da produtora “Aion Imagine” da Zona Norte de São Paulo.

Segundo o rapper, o intuito da música é reforçar os valores das religiões de matriz

africana e no videoclipe ele quer mostrar os pontos positivos do Candomblé, que na

maioria das vezes não são abordados. As gravações foram realizadas em Paranapiacaba

(SP) e na capital de São Paulo.


“O roteiro mostra o cuidado, afeto, de uma Yalorixá/Babalorixá/irmão ou irmã de santo

dentro de um terreiro de axé. O clipe também mostra o outro lado da moeda, que é o

preconceito aos adeptos da religião, em meio da cidade grande. Seja lá, numa entrevista

de um emprego, ao passar pelas ruas com os seus adereços, guias, turbante entre

outros. Os olhares são realmente diferente”, explica.

Artista completo, Nouve participou de grandes festivais em São Paulo. Vendeu mais de

10 mil cópias do seu primeiro EP, “Respirando a Arte“, por todo o Nordeste. Dividiu palco

com grandes nomes do Rap Nacional, como Emicida, MV Bill, Kamau, Rael entre outros.

Além disso trabalha no setor de desenvolvimento de produto na Laboratório Fantasma.

Enquanto o clipe não sai, ouça “Vou na Fé”.


Enquanto o clipe não sai, ouça "Vou na Fë":


Texto por: Laísa Gabriela

Fonte: https://rnd.is/53958/nouve-inicia-as-gravacoes-do-videoclipe-de-vou-na-fe/

2/2

PARA SHOWS & IMPRENSA:

contatonouve@gmail.com (11) 94496-8804

  • Houve no Facebook
  • Black LinkedIn Icon
  • Nouve no Twitter
  • Nouve no YouTube

© 2019 Todos os direitos reservado a Respirando Arte